Perseidas 2017 | Chuva de Estrelas -A A +A

Perseidas 2017 Observatório Astronómico de Santana Açores

Perseidas no OASA 2013No dia 12 agosto, caso as condições meteorológicas o permitam, haverá "chuva de estrelas" no Observatório Astronómico de Santana - Açores, que estará aberto a partir das 21h00 para a observação da chuva de meteoros das Perseidas.

Infelizmente, o "espetáculo" não acontecerá em condições ideais, uma vez que a Lua se encontra próxima da sua fase cheia, ofuscando os meteoros mais pequenos desta chuva de meteoros. No entanto, será possível ver ainda uma boa quantidade de "estrelas cadentes".

Em resultado de decorrerem no verão, as Perseidas são das chuvas de meteoros mais populares, apesar de nem sempre serem as mais fortes. Esta "chuva de estrelas" decorre entre os dias 17 de julho e 24 de agosto, podendo ser vistos alguns meteoros durante todo este período. No entanto, é no pico desta chuva que mais meteoros se poderá ver, com a taxa máxima a poder atingir cerca de 150 "estrelas cadentes" por hora no Zénite, nas condições ideais.

Em 2017, o pico desta chuva tem início no dia 12 de agosto, às 14h00, podendo estender-se até às 02h30 do dia 13. (hora dos Açores, mais uma hora no continente e na Madeira). Assim, esperam-se dezenas de meteoros durante toda a noite de 12 para 13 de agosto, apesar da lua quase cheia ofuscar alguns dos meteoros menos brilhantes. 

Com uma noite que promete bastantes meteoros, e cumprindo já uma tradição, o OASA volta a abrir portas para receber todos os que connosco queiram observar este espetáculo (literalmente) celestial.

As “chuvas de meteoros” não necessitam de material específico para serem observadas, podendo qualquer pessoa, com alguma paciência, observar à vista desarmada. De qualquer forma, o OASA oferece todas as condições para que todos possam estar confortavelmente "encostados" a observar esta "chuva de estrelas" num ambiente fantástico que se tem repetido todos os anos para este fenómeno.

Mais favorável aos observadores do hemisfério norte, as latitudes mais baixas do hemisfério sul não terão um visionamento adequado desta chuva de meteoros.

Perseidas no OASA 2013 (Foto por Bruno Sérgio)Radiante:

  • Ascensão Reta = 48º
  • Declinação = +58°
  • Taxa Horária Zenital: 100

Carregue aqui para saber mais sobre esta chuva de meteoros.